Tenha Hoje o seu CNPJ

Assessoria para abertura do seu CNPJ - MEI e receba seu registro MEI por e-mail de forma simples!

Abra a Sua MEI

Seja MEI e tenha os benefícios de uma pessoa juridica. Sem complicações

O que significa MEI?

MEI significa Microeemprendedor Individual, ou seja, um profissional autônomo. Quando você se cadastra como um, você passa a ter CNPJ, ou seja, tem facilidades com a abertura de conta bancária, no pedido de empréstimos e na emissão de notas fiscais, além de ter obrigações e direitos de uma pessoa jurídica. Confira abaixo tudo o que você precisa saber para se tornar um MEI.

Abra a sua mei

Vantagens de ser MEI

Dentre os benefícios de ser um microempreendedor formalizado estão: o direito de receber aposentadoria por idade ou invalidez, auxílio-maternidade, auxílio-doença, licença-maternidade e auxílio-reclusão.

Além disso, você ainda poderá assegurar aos seus clientes mais profissionalismo, podendo até emitir nota fiscal eletrônica.

Portanto, como não existem muitas exigências iniciais e a contribuição mensal tem um valor baixo, vale a pena formalizar-se e usufruir dos benefícios.

Muitas Vantagens em ser MEI

Benefícios com INSS

Com seu MEI você terá cobertura previdenciária de benefícios tais como, aposentadoria, salário maternidade, auxílio doença, dentre outros.

Formalidade do Negócio

A sua empresa terá um CNPJ e poderá cumprir com as obrigações legais à um custo baixo.

Empréstimos Facilitados

Os maiores Bancos do país tem crédito facilitado para empreendedor que tem CNPJ MEI para investir no seu próprio negócio

Conta Empresárial

Com o CNPJ você pode abrir uma conta empresarial (PJ) em qualquer banco para obter benefícios oferecidos para as empresas.

Transforme o Seu Negócio e Lucre Mais

Ao formalizar a sua profissão como MEI, você terá muitos benefícios que só uma empresa com CNPJ tem, como planos de saúde a preços acessíveis, compra de equipamentos a juros mais baixos e Capital de Giro para seu Negócio!

Destaques para você, que é MEI

O que está esperando para aumentar a suas vendas?

Abra hoje mesmo a sua MEI, formalize-se e tenha inúmeras vantagens, que só quem tem CNPJ pode ter. Clique no botão ao lado e veja como é simples e rápido.

Atenção!

Site privado! Este não é um site governamental

O serviço prestado através do site aberturademei.com.br é um serviço privado e opcional.
O registro MEI, baixa cancelamento no CNPJ do MEI e alterações no cadastro do MEI podem ser feitos, gratuitamente sem o acompanhamento profissional deste site, através da plataforma governamental https://www.gov.br/.

O Que Nossos Clientes Dizem.

Junte-se a milhares de pessoas que já fizeram a sua formalização como MEI e aproveitam as inúmeras vantagens de ter um CNPJ.

Carol Miller Cabeleireira

Com a Abertura de Mei, eu consegui crescer o meu trabalho, com um empréstimo para compra de novos equipamentos!

Fábio Moura Vendedor On-Line

A Abertura de MEI me proporcionou formalizar meu trabalho home office e ainda ter um plano de saúde com preços justos para mim e minha família!

    O que é Necessários para se Formalizar

    Antes de começar o processo de formalização, veja a seguir os documentos que você precisa ter em mãos e o passo a passo deste processo.

    Mei significa Microempreendedor Individual. Surgiu em 2008 possibilitando o registro do CNPJ MEI através da Lei Complementar nº128, que formaliza o pequeno empresário individual. Para se encaixar nessa categoria é necessário:

    1. Ter no máximo um empregado;
    2. Não ser sócio ou titular de outra empresa;
    3. Possuir faturamento de até R$ 81.000,00 por ano.
    4. Exercer uma das atividades permitidas ao MEI (segundo a Resolução CGSN nº140, de 2018).

    O MEI pode ter o seu faturamento de janeiro até dezembro, até no máximo R$ 81.000,00.
    Se caso o Microempreendedor Individual se formalizar durante o ano em curso, o seu faturamento deve ser proporcional a R$ 6.750,00 por mês, até 31 de dezembro ao ano.

     

    Com certeza. Com o MEI mulheres aos 60 anos e homens aos 65 possuem direito à aposentadoria por idade.
    Ao se formalizar e mantendo suas contribuições em dia, o MEI poderá usufruir da aposentadoria por idade de acordo com a carência onde o tempo mínimo de contribuição é de 180 meses a contar do primeiro pagamento em dia.

    Sim. Para o MEI:

    1. Pensão por morte e auxílio reclusão: Esses benefícios possuem duração variável, de acordo com a idade e o tipo de beneficiário (para seus dependentes);
    2. Auxílio doença e Aposentadoria por invalidez: Neste caso é necessário 12 meses de contribuição, a contar do primeiro pagamento em dia;
    3. Salário-maternidade: neste caso é necessário 10 meses de contribuição, a contar do primeiro pagamento em dia.

    Sim. O funcionário de uma empresa privada pode ter um CNPJ MEI.

    Sim. Contanto que não tenha renda mensal superior ou igual a 1 salário mínimo durante o pagamento do benefício.

    Claro. Quem possui CNPJ MEI pode abrir conta jurídica em quase todos os bancos do país e aproveitar os mais diversos benefícios.

    Sim. Quem é MEI pode contratar até um funcionário, porém a pessoa contratada não pode ser seu cônjuge. Além disso deve-se seguir todas as normas da CLT, pagando o piso salarial da categoria ou um salário mínimo.

    Sim. Quem é CNPJ MEI pode emitir notas fiscais (NFe) de produto ou serviço, de acordo com sua atividade.

    Não. Para o MEI não é obrigatória a emissão de nota fiscal para o consumidor pessoa física, somente quando o consumidor for outra empresa, salvo quando esse destinatário emitir nota fiscal de entrada.

    Basta clicar neste botão abaixo e fazer seu cadastro que nossa equipe cuidará de todo o processo de abertura para você sair da informalidade e ter o seu CNPJ MEI.

    1. O Cartão do CNPJ;
    2. O Certificado de Microempreendedor Individual – CCMEI;
    3. Modelo de Relatório de Receitas Brutas;
    4. Nós iremos enviar para o seu e-mail as guias DAS para recolhimento das contribuições ao INSS, ISS e/ou ICMS referentes ao ano.

    Não. Veja abaixo quem não pode ser MEI:

    1. Servidores públicos federais em atividade;
    2. Servidores público municipais e estaduais devem verificar os critérios da legislação de sua cidade e estado;
    3. Pensionista do RGPS/INSS inválido. Ao se registrar como MEI, o pensionista inválido é considerado recuperado e apto para o trabalho, sendo assim, deixará de receber a pensão por morte;
    4. Pessoas titulares, sócias ou administradoras de outra empresa, que possuem mais de um estabelecimento, e, se sócio de sociedade empresária de natureza contratual ou administrador de sociedade empresária, sócio ou administrador em sociedade simples.

    Veja abaixo, vamos mostrar o que acontece com cada benefício após se tornar MEI:

    1. Beneficiários de aposentadoria por invalidez e pensionista inválido: perdem o benefício ao fazerem um CNPJ MEI;
    2. Trabalhador registrado no regime CLT: Pode se formalizar como MEI, mas, no caso de demissão sem justa causa, não terá direito ao Seguro-Desemprego;
    3. Pessoa que recebe Auxílio Doença: Pode se registrar como MEI, mas perde o benefício no mês da formalização;
    4. Pessoa que recebe Seguro-Desemprego: A pessoa está apta para se formalizar como MEI, porém poderá ter a suspensão do benefício. Nesse caso, deverá recorrer nos postos de atendimento do Ministério do Trabalho;
    5. Pessoas que recebem Bolsa Família: O registro no MEI não causa cancelamento do programa Bolsa Família, apenas quando há aumento na renda familiar que seja acima do limite do programa. Dessa forma, o cancelamento do benefício não ocorre de imediato, somente no ano de atualização cadastral;
    6. Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC-LOAS): O beneficiário não perde o benefício de imediato. No entanto, poderá acontecer avaliação do Serviço Social, ao identificar aumento da renda familiar, que comprove que não existe necessidade de prorrogar o benefício ao portador de necessidades.

    Sim. É possível possuir carteira assinada no regime CLT e exercer atividades como MEI.

    Clique no botão abaixo e confira a lista completa de atividades permitidas para o Microempreendedor Individual – MEI.

    ATIVIDADES PERMITIDAS

    Sim, com certeza, não existem impedimentos para que pessoas com “nome sujo” façam o registro do CNPJ MEI.

    Nós cobramos uma taxa única pra o registro do CNPJ MEI. Além disso, o MEI deve pagar mensalmente para o governo os tributos de R$ 49,90 (INSS), acrescido de R$ 5,00 (para Prestadores de Serviço) ou R$ 1,00 (para Comércio e Indústria) por meio do DAS (carnê)

    Atenção!

    Site privado! Este não é um site governamental

    O serviço prestado através do site aberturademei.com.br é um serviço privado e opcional.
    O registro MEI, baixa cancelamento no CNPJ do MEI e alterações no cadastro do MEI podem ser feitos, gratuitamente sem o acompanhamento profissional deste site, através da plataforma governamental https://www.gov.br/.

    Copyright © 2022 Abertura de MEI.